domingo, 28 de dezembro de 2008

Espaço Garuda - Teresópolis - RJ

Imenso hotel fazenda em Teresópolis, Hare Krishna, oferece hospedagem e tratamentos terapeuticos (SPA).
A pouco mais de duas horas do Rio de Janeiro o hotel é bem isolado e contêm um grande espaço para a organização de eventos.
A cozinha é lacto vegetariano com muitas opções integrais.
Os quartos são simples, decorados com quadros indianos e muitos possuem lareiras, em virtude do clima serrano de Teresópolis!
Vale muito a pena para quem quer passar um final de semana a dois!

Procura-se designer para campanha pró-vegetarianismo

Seguindo os exemplos de outras campanhas que ocorreram em outras cidades (Campinas, Porto Alegre e Curitiba?), gostaria de criar um outdoor com divulgação na grande São Paulo, começando pelo ABC Paulista, já que em Sampa é impossível pela lei da "Cidade Limpa".
O primeiro passo é fazer a arte do cartaz e preciso de voluntários para a criação da peça!
Caso tenhamos mais de uma opção podemos promover uma votação entre os internautas para decidir.
Os custos para a vinculação das peças serão oriundos de doações.

Após as eleições também pretendo confeccionar alguns panfletos para distribuição nas casas.

Dúvidas, sugestões e artes (em .jpg, pls!) para o email:
dex@blogveg.com.br

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Kristen Johnston posa nua para campanha da PETA contra carruagens em NY

A atriz Kristen Johnston, do seriado '3rd Rock from the Sun' (também chamado de Etaterrestre pelo Multishow), estrela uma campanha provocativa para o PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) dirigida aos turistas de NY para não utilizarem as carruagens que fazem passeios pelo Central Park em New York, devido aos maus tratos com os animais.

A peça publicitária (abaixo) foi inspirada na Lady Godiva e traz a mensagem "Don't Get Taken for a Ride. Horse-Drawn Carriages Are Cruel" (Não vá passear. Carruagens puxadas por cavalos são cruéis).






Tradução de um trecho do site:
"Os cavalos usados na industria de carruagens são privados de tudo que é natual e importante para eles. Esses animais gentis e sociais tem negada a oportunidade de se socializar com outros cavalos, pastar em campos e correr livres.

Ao invés disso, esses cavalos passam horas de seus dias e noites puxando cargas superdimensionadas qualquer que seja o clima, esquivando do tráfego pesado, ruidoso e das ruas lotadas da cidade. Eles normalmente desenvolvem problemas dolorosos e muitas vezes debilitantes nas pernas por andarem sobre o pavimento rígido, e muitos sofrem de doenças respiratórias como resultado da repetida exposição à poluição."



Veja também o vídeo:


http://www.petatv.com/swf/video.swf?v=kristen_johnston_peta_high



Mais detalhes no site do PETA

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Reconhecimento da “vaca louca”

Pesquisadores japoneses descobriram uma forma bastante curiosa de identificar o mal da "vaca louca". O método de identificação consiste em medir as ondas cerebrais de resposta ao estímulo sonoro.





O mau da vaca loca é uma doença infecciosa fatal que afeta o sistema nervoso central de bovinos (e humanos carnívoros!), transformando o cérebro em uma substância esponjosa. Os sintomas da doença incluem perda do controle motoro, perda da capacidade de ficar de pé ou andar corretamente, agitação e olhos vermelhos.

Para desenvolvimento de tal método 11 bovinos foram infectados! Vale repetir que a doença é fatal!

Porém, ao invés de gastar dinheiro com tal pesquisa e posterior identificação, não seria mais melhor estimular a população deixar de consumir carne? Quantas vidas seriam salvas?

GO VEG!!

Fonte: Mainichi
Traduzido e baseado em: Pink Tentacle

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Curso Culinária Vegetariana - Especial fim de ano

Promoveremos no dia 29 de novembro, sábado, um curso de culinária vegetariana em conjunto com o Núcleo Jaya de Shivam Yoga

O curso de Culinária Vegetariana será ministrado por André Cepukas e oferece uma introdução à preparação de pratos vegetarianos e veganos, sendo ensinados, na prática, uma variedade de pratos, selecionados especialmente para as festas de final de ano, tais como:

- Rolo Veg
- PVT Chinês
- Espetinho de PVT
- Arroz com grãos
- Chutney de manga
- Tofu assado
- Doce de inhame com ameixa


Vagas limitadas!
Data: 29/11/2008 - 9:00 às 13:00

Valor do curso:
até o dia 19/11: R$65,00
após o dia 20/11: R$80,00


Inscrições:
(11) 4221-8109
Núcleo Jaya de Shivam Yoga
nucleojaya.com.br




Rolo veg com chutney de manga

Mudamos a apresentação do blog!

Para comemorar o dia mundial vegano no início do próximo mês, mudamos o layout do blog... depois de mais de oito meses de publicações!
Espero que gostem, e que em 2009 tenhamos um site mais completo para melhor divulgação de nossas idéias!

Go Veg!

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

DIA MUNDIAL VEGAN - 02/11/2008, domingo às 14h - São Paulo

Manifestação alegre com máscaras de animais, faixas e banners alusivos à proteção animal, panfletos de todas as ONG's relacionadas a veganismo, distribuição de lanchinhos vegans e muita troca de informação!
Dica do dia: divulgar o VEGANISMO aos interessados com diversão, amizade e alegria!!!
Venha caracterizado você também, traga seus materiais!

Ajude a divulgar essa manifestação, vamos representar bonito São Paulo no Dia Mundial Vegan!

Mais informações:

* veganismobrasil@hotmail.com
* lauravegan@yahoo.com.br
* veganismo-brasil.blogspot.com
* veganos.org

O veganismo é uma filosofia seguida por pessoas que, por princípio ético, não usam produtos de origem animal: carnes, laticínios, ovos, mel, couro, lã, seda, etc., e se abstêm de produtos testados em animais, incluindo remédios, cosméticos e produtos de limpeza. O veganismo é um caminho para deixar de ser cúmplice das crueldades inerentes à criação animal.


Local:
São Paulo: Parque Ibirapuera - próximo Ponte de Metal / Lago (antigo Maisena)

02/11/2008, domingo às 14h

(sente-se perdido? ligue 11 8195-4623)

Vegetarianos - extremistas, terroristas, eixo do mal?

Em reportagem da Folha: "Twitter é potencial arma para terroristas, diz Exército dos EUA", temos trechos de um relatório do exército americano que destaca o uso da ferramenta "Twitter" por grupos de ativismo social / político, dentre os quais os "vegetarianos". Porém, a principal preocupação é em relação à grupos considerados por apoiar "ideologias extremistas".

A grande questão é o que pode ser considerado como "ideologia extremista"? Vegetarianos e veganos estão sendo classificados da mesma forma que extremistas religiosos ou terroristas pelo exército americano?

Veja a reportagem aqui

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

A Grande Família - Episódio 23/10

No episódio dessa semana de "A Grande Família", chamado de "Táxi, Etelvina e Videoteipe" o novo cachorro de Bebel e Augustinho, o Napoleão, é envenenado e o ato é considerado como "crime" durante todo o roteiro, rendendo até a denúncia à polícia. O assunto é sério, grave e merece toda a atenção da mídia, porém, só não entendo o porquê que o consumo da carne, e até o rodeio (que foi amplamente divulgado em uma novela das 8) não tem o mesmo tratamento.


É crime criar matar animais.
É crime sacrificar animais por diversão.
É crime aprisionar animais.
É crime fazer experiências com animais que possam comprometer sua vida.


GO VEG!


Veja a SINOPSE:
Sem consultar os pais, Tuco (Lúcio Mauro Filho) leva um cachorro para casa e se apega ao novo amigo, mas quando Lineu (Marco Nanini) descobre, o obriga a se desfazer do cãozinho. Sem saída, o rapaz o dá de presente para o filho de Bebel (Guta Stresser), seu afilhado, e ela se apaixona pelo bichinho de estimação. À noite, porém, Napoleão não pára de latir e não deixa os vizinhos dormirem e, ao amanhecer, a jovem o encontra agonizando e descobre que alguém o envenenou.

Beiçola (Marcos Oliveira) anda se transformando em Dona Etelvina e Nenê (Marieta Severo) fica preocupada com o amigo. Parece que o caso é mesmo sério porque, ao saber do envenenamento de Napoleão, ele denuncia sua própria mãe e mostra um frasco de remédio que encontrou em sua roupa como prova. A situação se complica ainda mais quando o próprio avisa para a família de Lineu que denunciou sua “mãezinha” para a polícia. Mas nem tudo está perdido: Marilda (Andrea Beltrão) gravou uma fita de Beiçola como Dona Etelvina e só ela poderá desvendar o verdadeiro criminoso.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Verdurada - 26/10 em São Paulo

Essa deveria ser a Verdurada de Primavera, mas como todo mundo sabe que em São Paulo não existem estações do ano, vamos homenagear o Misfits e chamá-la de Verdurada de Halloween. Isso resume bem o horror que é São Paulo nos 365 dias do ano! Desta vez, o hardcore e punk rock à moda antiga estão privilegiados, com a presença dos velozes Lobotomia, Alarme e X-Punch, dos cultuados Estudantes e dos melodiosos Sweet Suburbia. O vídeo desta vez é “A História das Coisas”, um minidocumentário que mostra o impacto que nosso consumo exerce no meio ambiente e nas relações sociais. Colem lá!

Confira a nossa programação!


Lobotomia
Sweet Suburbia
Os Estudantes
Alarme
X-Punch


+ Vídeo: A História das Coisas

SOBRE OS INGRESSOS
Quando terminarem as cotas (700 à venda e 300 para reserva), não haverá mais ingressos à disposição. Garanta logo o seu!!! São Paulo (Capital): Os ingressos estão à venda no seguinte local:

Loja Vegan Pride: Rua 24 de Maio, 62 - Loja 424 (Galeria do Rock).

Outras Cidades e Estados:
Envie um e-mail para verdurada@riseup.net (não faça pedidos através do site da Verdurada, Orkut ou MySpace), informando nome completo, RG, cidade/estado. A retirada do ingresso será no dia do show. Os ingressos não retirados serão vendidos na portaria.

BANQUINHAS
Devido ao fato da Verdurada ter um público em número crescente, somente os selos, coletivos ou pessoas que recebem o e-mail convite diretamente do Coletivo Verdurada podem montar banquinhas no evento. Se você tem interesse em divulgar material faça-você-mesmo mande um e-mail: verdurada@riseup.net Lembrando que as bandas que tocam no dia tem seu espaço para banquinha garantido.

O QUE MAIS?
1- Por favor, sem álcool, drogas ou cigarro dentro do local do evento.
2- Nada de alimentos que contenham produtos de origem animal.
3- Banquinhas de livros, cds, fanzines e material independente e divergente a preços populares, mesmo!
4- Venda de comida vegetariana, desde hambúrgueres, coxinhas, kibes, até bolos, tortas, bombons.
5- Os shows acabarão antes das onze e meia da noite, para que os espectadores possam se valer do sistema público de transporte.
6- Todo o dinheiro arrecadado com os ingressos será utilizado para pagar as despesas com o evento (transporte das bandas, locação do espaço, divulgação, locação da aparelhagem de som e luz). 7- Uma parte do dinheiro dos ingressos será utilizada em campanhas públicas de assuntos ligados aos interesses do Coletivo Verdurada, como vegetarianismo ético, práticas de democracia direta, questões políticas e sociais.


[VERDURADA.ORG]







GO VEG!

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Vote contra a caça armada

O IBAMA publicou uma enquete que pergunta aos internautas: " Você é contra ou a favor à caça amadora?"

Contribua contra tal violência e desrespeito aos animais votando contra:

Clique aqui para acessar a enquete do IBAMA

domingo, 5 de outubro de 2008

Controle nos conservantes pela ANVISA

Enfim a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) laçará neste mês um programa nacional de controle da quantidade de corantes, adoçantes e conservantes nos alimentos industrializados. O órgão elabora uma lista de produtos que serão fiscalizados e discute com os Estados que vão aderir à medida.

Para os alimentos que excederem o limite de aditivos previsto serão retirados de circulação e as indústrias e empresas poderão ser multadas em até R$ 1,5 milhão.

sábado, 4 de outubro de 2008

Campanhas publicitárias

Com o slogan 'Carne, produtos frescos' e a foto de uma mulher nua o frigorífico alemão G&M Fleischwaren Frischdienst adesivou seus furgões e criou uma campanha publicitária para divulgar seu produto.

Porém, o conselho alemão de regulamentação publicitária advertiu a empresa por considerar a imagem degradante, preconceituosa ao igualar as mulheres como carne fresca. O slogan foi retirado, porém a imagem da modelo continua sendo usada.




Campanhas anti-pele e/ou pró-vegetarianismo também utilizam celebridades com pouca roupa.
Uma das mais atuais e famosas é a campanha da PETA da Alicia Silverstone:


[youtube http://www.youtube.com/watch?v=mlSNqb_4CDw&hl=pt-br&fs=1]


E, é claro, também há a sátira (que apesar de negativa, dá para perceber como os carnívoros são!):


[youtube http://www.youtube.com/watch?v=nBgYChysR-8&hl=pt-br&fs=1]

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Roupas com tecidos biodegradáveis

Segundo notícia da Reuters, na Semana da Moda de Nova Iorque houve o destaque de modelos vestindo roupas e vestidos com tecidos biodegradáveis, cordas recicladas ou materiais orgânicos.

O único problema é que ainda o preço das roupas ainda é muito alto, muito provavelmente pela "exclusividade" e também pela grife. Mas sem dúvida é um novo nicho de mercado.

Blusas e jeans de algodão orgânico, e a Saks, onde se pode encontrar casaco de lã orgânica custa cerca de US$ 2.815,00

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

+ Vegetarianismo pelo planeta

Nessa semana vi um cartão da "mica" a respeito de ações que podemos tomar para melhorar a qualidade de vida do planeta.
O cartão me chamou a atenção poquê possui em sua frente uma árvore, um gado, uma bicicleta e algumas gotas.
Ao procurar no site da mica encontrei que a peça faz parte de uma campanha para concientizar as pessoas (Projeto Carta Branca). E a peça em questão, com arte feita por Felipe Araújo, possui 4 versões, cada uma destacando um tema, dentre eles a carne.







A campanha não prega o vegetarinismo (deveria! :P), mas ressalta para a diminuição do consumo da carne (ao menos já é um começo).
Além da preocupação com o metano e desmatamento também dá ênfase ao grande consumo de água pelos rebanhos (conforme post anterior - pura coincidência).


Veja todas as peças abaixo (frente a esquerda e verso a direita!) com arte de "João Alves Azevedo":


Plante uma árvore






"Uma árvore absorve 1 tonelada de gás carbônico durante sua vida. Por anos os ambientalista foram vistos como 'eco-chatos'. Mas em tempos de aquecimento global, as árvores precisam de mais defensores que nunca. O papel delas no aquecimento global é crítico, pois matém a quantidade de gás carbônico controlada na atmosfera."



Coma menos carne






"A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa. Isso porque os bichinhos são grandes produtores de gás metano, um gás inflamável, poluente e megafedorento. Além disso, a produção de carne vermelha demanda uma quantidade enorme de água potável. Para produzir 1 Kg de de carne é necessário 200 litros de água potável. A pecuária também é a maior responsável pelo desmatamento no Brasil."



Ande mais de bicicleta






"Andar de bicicleta reduz o colesterol, a pressão arterial, ajuda a controlar a diabetes e diminui o risco de doenças coronarianas, além de contribuir para a redução da obesidade e fortalecer os músculos dos membros inferiores. Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano."



Economize água






"Uma torneira mal fechada pode desperdiçar 46 litros de água em um dia. Com uma abertura de 1 mililitro, o fiozinho de água escorrendo será o responsável pela perda de 2068 litros de água em 24 horas."

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Especial mexicano

Depois de um tempo sem mandar nenhuma receita, resolvi escrever quatro receitas vegetarianas (com opção vegan) para uma refeição mexicana.
Os pratos não são tão complicados, só a tortilla que é mais trabalhosa... mas com a ajuda de uma outra pessoa é possível fazer tudo em até uma hora.







GUACAMOLE

Ingredientes:

1 abacate grande maduro (ou 6 avocados maduros)
1/2 cebola roxa picada
1 tomate cortado em cubos
suco de 1/2 limão pequeno
pimenta, sal, coentro...


Preparo:

Retire a poupa dos abacates (ou avocados) e reserve. Amasse o abacate deixando alguns pedaços da fruta ainda inteiros.
Pique meia cebola roxa (caso não tiver a cebola roxa, pode utilizar a branca, mesmo... porém cuidado com a quantidade para que o gosto da cebola não "sequestre" todo o sabor!), e corte em cubos pequenos um tomate (sem sementes) e junte ao abacate.
Retire o suco de meio limão e misture ao creme de abacate.
Caso preferir uma pasta mais homogênea, bata metade da pasta no liquidificador até que ficar com a consistência de um creme avermelhado e depois junte com o restante. Porém, é interessante ter alguns pedaços de tomates, abacates e cebolas.


Servir com doritos e alface













CHILI BEANS COM PVT

Ingredientes:

1/2 xícara de PVT fina
1 xícara de feijão
3 tomates
1/2 cebola roxa
100g de cogumelos
100g de champignos
100g de azeitonas pretas
1 berigela pequena
1 colher de páprica doce
1 colher de gengibre
3 colheres de molho de tomate
2 colheres de suco de limão
Água quente para hidratar o PVT
pimenta chili,
molho de pimenta, shoyo, óleo de soja

Preparo:



Em uma panela aqueça o óleo e acrescente a páprica doce, o gengibre e deixe refogar por alguns segundos.
Acrescente um pouco de água quente, o suco de limão e 1 xícara de PVT fina e depois complete com água quente (ou então com caldo de feijão) até cobrir o PVT. Mantenha em fogo alto, até a PVT secar, mexa principalmente no final. Separe a PVT hidratada.
Em outra panela refogue a cebola e depois acrescente a beringela, os tomates picados e o molho de tomate. Deixe cozinhar até o tomate começar a soltar sua água. Acrescente então os cogumelos, o feijão, a PVT e as azeitonas. Mexa bem e deixe cozinhar por alguns minutos.
Acrescente a pimenta, o molho de tabasco de acordo com seu gosto.
Por causa do shoyo e das azeitonas pretas o chili pode não precisar de mais sal, então, quando esfriar um pouco, experimente e só então acrescente o sal (se for necessário!).


Servir com doritos


















TORTILLAS

Ingredientes para a massa:

1 xícara de farinha de trigo branca
1 xícara de farinha de trigo integral
1 xícara de água morna
50 g de manteiga, margarina ou gordura vegetal
1 colher de chá de sal


Ingredientes para o recheio:

2 batatas médias
2 cenouras
100 g milho
100 g ervilha
100 g vagem
100 g queijo muzzarela (ou tofu em amassado)
200 g de queijo muzzarela para cobertura (opcional)
1 fio de azeite

Preparo da massa:

Em uma bacia, coloque a farinha de trigo branca e a farinha de trigo integral e o sal.
Espalhe pela massa as 50 g de manteiga (ou margarina ou gordura vegetal) e amasse tudo até formar uma farofa homogênea.
Aos poucos vá acrescentando a água morna aos poucos e misturando a massa, até formar uma massa homogênea, um pouco molhada e que não gruda na mão.
A quantidade de água pode variar de acordo com a qualidade das farinhas, por isso se for necessário acrescente mais água, ou caso ultrapasse um pouco a quantidade de água, acresente um pouco mais de farinha!
Sove bem a massa até que fique bem macia. Faça bolinhas com a massa do tamanho de uma bola de pingue-pong.
Cubra a massa com um pano úmido e deixe descansar por 30 minutos.

Após o tempo de descanso, com um rolo de pastel, abra a cada bolinha da massa em uma superfície limpa e plana.
Polvilhe com um pouco de farinha branca a superfície e o rolo para não grudar a massa, mas sem exagerar.
Para abrir a massa aperte a bolinha entre as mãos formando um pequeno disco, então vá abrindo com cuidado até obter um disco fino.
Preferencialmente abra todos os discos antes de começar a assar! Após abertos os discos dificilmente grudam, então podem ser colocados um sobre os outros!
Aqueça no fogão (fogo alto) uma frigideira grande e limpa (sem óleo!) e vá colocando os discos até a massa estufar um pouco, vire até dourar um pouco. Cuidado para não deixar a massa queimar muito.
Separe uma outra assadeira e vá empilhando os discos assados sobre um pano úmido para que não resseque.

Preparo do recheio:

Cozinhe a batata separadamente em uma panela de pressão até ficar al-dente.
Cozinhe os outros vegetais em uma panela normal com água fervente.
Deixe os legumes esfriarem e então corte-os em pequenos cubos.
Acrescente o queijo (ou tofu) e um fio de azeite.
Tempere-os com sal, coentro, páprica, pimenta do reino moida.


Montagem:

Coloque cerca de 3 colheres de recheio no disco aberto, distribuindo-o como uma faixa grossa no seu hemisfério. Dobre um lado e depois o outro, deixando-o com o formato de um canudo.
Coloque a tortilla em uma assadeira e leve-as ao forno quente para aquecê-las (5 minutos)
É possível variar os recheios usando também o chilli de PVT com os legumes, ou somente o chilli de PVT!
Se quiser, coloque uma fatia de muzzarella sobre a tortilla.


























Melancia com pimenta (Sobremesa)

Ingredientes:

1/4 melancia
1 colher de café de pimenta vermelha em pó
1 colher de café de pimenta chili

Preparo:

Corte pequenos cubos de melancia (tire os caroços)
Polvilhe-os com pimenta vermelha em pó e chilli
Deixe alguns minutos na geladeira para gelar.



Go Veg!

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Noite da Pizza Vegana - Santo André - SP

Nesse sábado, 27 de setembro às 19h30 tem Noite da Pizza Vegana no VEGETHUS ABC. Com rodízio de pizzas veganas, música ao vivo (MPB / JAZZ / SAMBA ANTIGO), Fondue e Sorvete vegano.

Valor : R$ 20
Couvert artístico: R$ 3


PIZZAS SALGADAS

- Pesto de Rúcula
- Mexicana (picante)
- Mandioquinha com brócolis
- Escarola com banana frita
- Alho-poró com tomate seco, tofu defumado e azeitona preta


PIZZAS DOCES

Maçã com canela
Banana com leite condensado
Floresta negra


OUTRAS DELÍCIAS

- Fondue de Chocosoy Olvebra
- Sorvete Soymilke Olvebra
- Torta de Banana
- Espetinhos de PVT


SUCOS NATURAIS


Endereço


VEGETHUS Restaurante Vegetariano ABC

Rua das Monções, 480
Bairro Jardim
Santo André, SP
4427-9459

vegethusabc@vegethus.com.br
www.vegethus.com.br

Apoio:
www.olvebra.com.br

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Dia mundial sem carro?

Hoje, 22 de setembro, início da primavera, dia do yoga e também o "DIA MUNDIAL SEM CARRO". Mas, faltou divulgação! Pouca gente sabia e muito poucos aderiram...

O que foi visto nas principais cidades do Brasil foi uma participação muito apática, principalmente dos governantes, que envolvidos com a campanha política deixaram de dar destaque e oferecer meios de transporte para a população conseguir se locomover pelas cidades sem precisar usar o carro.

Poucas cidades tem ciclovias com objetivos que não seja o lazer, o que faz com que o ciclista dispute espaço com carros, motos, caminhões e se arrisque para trafegar. Além do problema que poucos lugares tem um bicicletário (estacionamento de bicicletas).

Os ônibus, trêns e metrôs estão sempre lotados nos horários de pico e muitos necessitam pegar mais de duas conduções para chegar ao seu destino. Tal desconforto desanima muitos só de pensar em trocar o conforto e ar condicionado de seu carro.

Para quem sai do trabalho tarde da noite a situação piora, pois existe a preocupação por causa da segurança.

Todos esses fatores inviabilizam a adesão MASSIVA ao "Dia mundial sem carro". É preciso uma maior participação dos governantes em gerar e viabilizar alternativas para o transporte automotivo.

Em São Paulo, o trânsito pouco mudou... à noite alcançamos a média superior às 19:00, cerca de 143 Km dos 835 km monitorados apresentavam lentidão.






Informações do trânsito agora - CET


A noite, em São Paulo foi organizado mais uma bicicletada... Aliás, existe uma programação especial para esse mês de setembro!


Sanduíche de Falafel

Para quem quer comer um sanduiche vegetariano diferente, deve esperimentar o sanduiche de falafel!

Em São Paulo, tem o Falek, que serve o lanche como se fosse um "wrap" com rabanete Hortelã, tomate, pepino em conserva, nabo em conserva e molho tahine (R$ 7,50).

Em Itacaré, Bahia, temos o Sahara, que possui praticamente os mesmos ingredientes, porém o pão sírio é dobrado de forma um pouco diferente de forma mais tradicional.

Sem dúvida é uma ótima opção!


Sahara - Falafel
Rua Pedro Longo, 358 - Caminho das Praias (Pituba)
Itacaré - BA
Tel: +55 73 - 3251 3313 / 73 - 9121 2276.
saharaitacare@gmail.com


Falek (Falafel) - SP
http://www.falek.com.br
Alameda dos Nhambiquaras, 937 - Loja 1
Moema - São Paulo - SP
(11) 5052-2285

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Seis mil bebês contaminados na China

Saiu na BBC Brasil hoje uma reportagem sobre cerca de seis mil bebês contaminados na China pelo leite em pó. Leia a reportagem aqui.

Em resumo, a maioria dos bebês apresenta problemas renais em função da adulteração do leite que fora "enriquecido" com melamina, para que a fórmula parecesse conter mais proteína.

Leite para bebês deve ser o leite materno!

GO VEG!

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Curso de culinária indiana (lacto-vegetariana)

Dia 04 de outubro de 2008 tem outro curso de culinária indiana.

Esse Curso é ministrado pelo indiano Mukesh Kumar Sonee e oferece uma introdução à Culinária Indiana, sendo abordados aspectos essenciais à cultura da alimentação vegetariana indiana, sendo ensinados, na prática, variados pratos típicos, tais como:

- Samosa (pastel indiano)
- Paratha e Roti (pães indianos)
- Chai (chá indiano)
- Paneer (queijo indiano em cremes)
- Raita (sopa de iogurte)
- Aloo Gobhi
- Entre outros


DIA 04 de OUTUBRO (sábado, das 9h às 17h)
VALOR: R$120,00

VAGAS LIMITADAS!

INSCRIÇÕES PELO TELEFONE: (11) 4221-8109

Curso apostilado + brinde com kit de especiarias


Mais informações:

Núcleo Jaya de Shivam Yoga
(11) 4221-8109
R. Conselheiro Lafayette, 830 - Barcelona
São Caetano do Sul - SP







domingo, 14 de setembro de 2008

MEATATARIANS

A rede de fast food "Wendy's" nos EUA lançou uma campanha "viral" convocando os carnívoros a se unirem. O nome também é uma provocação aos vegetarianos, substituindo o prefixo "veg" por "meat" (carne) e formando a palavra "meatatarians".

Apesar de ser uma brincadeira, não deixa de ser lamentável...

meatatariansunite.com


[youtube http://www.youtube.com/watch?v=OiAhRsJlNWU&hl=en&fs=1]


Go Veg!!

Restaurante Garam Massala - SP (Lacto-vegetariano)

Decorado com motivos da Índia o restaurante inclui pratos da culinária indiana ao cotidiano dos clientes. Porém, como o próprio site diz, não tem a pretensão de ser um restaurante indiano.
Lembra muito o "Gopala Prasada", no estilo, servindo os pratos feitos com inox, saladinha, gersal e sobremesa antes, mas os pratos são mais ocidentalizados.
O cardápio conta com dois pratos (3 opções - Prato 1, Prato 2 e Meio-a-meio). O primeiro com traços indianos e o segundo, normalmente uma massa.
Quase todo dia tem algum "Dahal" (lentinha, grão de bico) e também com alguns pratos inovadores, como exemplo os falsos filés de peixe (feitos com alga marinha - em breve devo enviar essa receita!)


TOP 5!
- Farofa com abobrinha
- Strogonof com tiras de soja
- Falsos filés de peixe
- Taco mexicano
- Doce de cenoura (Gajor halwa)

http://www.garammassala.com.br

Garam Massala
Segunda à sexta
Prato Feito: R$ 15,00 a 17,50

Rua Fidêncio Ramos, 39
Vila Olímpia - São Paulo - SP
(11) 3848-9486

sábado, 13 de setembro de 2008

Restaurante Aquele lugar - SP (não vegetariano)

Restaurante dito "NATURAL" (NÃO VEGETARIANO - a polêmica continua! rs!). De todos os pratos, somente uns dois tem frango. Ou seja, tem muitas opções para vegetarianos / veganos.
Com muitas saladas e muitos legumes. A comida em geral é muito bem preparados, com muito sabor e com alguns itens que não são encontrados em outros restaurantes, um exemplo é o Tabule de quinua!

TOP 7!
- Tabule de quinua
- Bolinho de soja com cenoura
- Salada de fruta com pedaços grandes
- Chutney de manga
- Feijoada com ricota defumada
- Suco de frutas vermelhas
- Nhoque de ricota


Aquele lugar
Segunda a sexta
Buffet: R$ 16,50

Rua Dr. Cardoso de Melo, 1669
São Paulo - SP

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

BOICOTE! Mc dia (In)Feliz - versão 2008!

Já está no YouTube o vídeo da manifestação PACÍFICA realizada em 2008!
Clique no vídeo abaixo para assistir!

VEDDAS

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=cpwFKBieIAU&color1=0xb1b1b1&color2=0xcfcfcf&hl=pt-br&fs=1]

Consumo de água

Há algum tempo tinha a curiosidade de saber o quanto se gasta para a "produção" de 1 kg de carne comparado a produção de 1 kg de cereais / vegetais... e descobri que desde 2001 a UNESCO realiza estudos sobre o consumo de agua no mundo.

Os dados dessa pesquisa reforçam que uma dieta vegana contribui e muito para a diminuição do consumo de água, basta comparar, por exemplo que um 1 Kg de carne consome 15.500 litros de água, enquanto 1 Kg de soja consome 1.800 litros. São mais que 8 vezes menos!
Veja a tabela abaixo com mais exemplos!



































































ProdutoUnidadeLitros de Água
Açúcar1kg1.500
Carne1kg15.500
Frango1kg3.900
Hamburguer1 unidade2.400
Leite1 litro1.000
Milho1kg900
Ovos1 unidade200
PãoUma fatia40
Porco1 Kg4.800
Queijo1kg5.000
Soja1kg1.800
Trigo1kg1.300



Então, além de fechar o chuveiro ao se ensaboar no banho e a torneira ao escovar os dentes, retire do seu prato esses alimentos.... torne-se vegetariano / vegano... o planeta agradece! :)










Mais estudos sobre a água em:
WaterFootPrint

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Ursos infláveis alertam sobre aquecimento global

Usos infláveis são utilizados em campanha publicitária para promover o uso de bicicletas nos centros urbanos, com objetivo de diminuir a emissão de CO2 e consequentemente diminuir o aquecimento global. Os ursos polares estão correndo risco de extinção devido ao descongelamento da camada polar. E os ursos da campanha, são inflados com a passagem dos metrôs pelas galerias.

Muito criativo!
Veja o filme abaixo.

fightglobalwarming.com

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=vhZlxRe7lxQ&border=1&color1=0xb1b1b1&color2=0xcfcfcf&hl=en&fs=1]

terça-feira, 26 de agosto de 2008

BOICOTE!! Mc dia (In)Feliz :(

Há uma frase do VEDDAS que sempre lembro quando vejo a campanha na TV. Adaptando para este ano, seria algo como: "Em 2008 serão 366 dias promovendo o câncer e somente um dia para combatê-lo?".
Percentualmente é algo como 0,27%, menor até que a antiga e extinta CPMF!

A doação de parte da renda obtida, para instituições de tratamento de crianças com câncer, seria muito nobre se fosse realizado por uma empresa que promovesse a saúde. Porém, considero o evento do "Mc Dia (In)Feliz" uma grande hipocrisia com uma grande estratégia de marketing por trás.
Não há dúvidas, que há um grande interesse de empresas de fast-food, refrigerantes e cervejas promover eventos esportivos e campanhas "humanitárias" para diminuir a sua imagem negativa frente a população.
O pior é que muita gente entra nessa...

BOICOTE!
Diga NÃO ao McDonald´s e NÃO ao "Mc Dia (In)Feliz".

Veddas - Mc Dia (In)Feliz

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=OiV7lzIW7bo&hl=pt-br&fs=1]

sábado, 9 de agosto de 2008

Primeiros passos para o vegetarianismo

Considero que o primeiro passo para tornar-se vegetariano, até mesmo antes de começar a largar o consumo da carne, é ter "O MOTIVO" e acreditar neste "MOTIVO" verdadeiramente (seja ele qual for!).
Desta forma, você terá força de vontade para continuar no caminho do vegetarianismo e naturalmente deixará a carne, sem esforços, pois você estará fazendo algo que VOCÊ ACREDITA.
Se o motivo é falso, de outra pessoa, modismo ou simplesmente para agradar alguém, é bem possível que a pessoa continue a sentir vontade, e muito possível voltará a consumir carnes em três meses...

Sem dúvida nenhuma, você será questionado por familiares, amigos e até desconhecidos sobre sua escolha, o tema ainda é muito polêmico e muitas pessoas não aceitam bem... porém, tal curiosidade pode ser revertida de forma positiva e pode ser até uma boa oportunidade para expor seus pontos de vista e, quem sabe, convencer mais alguém a largar esse vício.

Há inúmeros motivos para tornar-se vegetariano.
- Responsabilidade com o meio-ambiente
- Saúde
- Respeito com os animais
- Não violência
- Ética
- Motivos religiosos
- etc

Qual é o seu "motivo"?

Depois da escolha, o processo fica muito mais simples.
Recomendo que você vá diminuindo a quantidade de carnes e gradativamente aumentando a quantidade de legumes e soja no seu dia-a-dia.
Visite bons restaurantes vegetarianos, experimente novos pratos, cozinhe mais vegetais em casa! Sim, nós vegetarianos temos uma grande variedade de pratos muito saborosos!!
Erroneamente nosso paladar foi acostumado ao consumo de carne e é necessário um tempo de (re)adaptação (caso você não tenha o costume de comer vegetais) principalmente com os derivados de soja.
Largue a carne de porco, a carnes vermelhas, as aves, os peixes, os frutos do mar... e a medida que se sentir necessidade, você pode avançar deixando os ovos, o leite e outros produtos de origem animal.

Go VEG!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Protesto na vila olímpica anti-pele

A nadadora norte-americana Amanda Beard fez um protesto na vila olímpica em Pequim contra o uso de peles!

Notícia do UOL
http://olimpiadas.uol.com.br/ultimas/2008/08/06/ult5584u3587.jhtm



A nadadora norte-americana Amanda Beard protagonizou o primeiro ato de protesto de um atleta nos Jogos Olímpicos de Pequim. Com uma fotografia na qual aparece nua, A bicampeã olímpica dos 200 metros protestou contra o uso de pele de animais.

"Os Jogos Olímpicos são uma grande oportunidade de passar uma forte mensagem. Para mim é muito importante fazer esse tipo de protesto. Este é um lugar para expressar uma opinião e fazer com que minha voz seja escutada", disse a nadadora.

Amanda garante ainda não temer qualquer tipo de represália por sua atitude. "Estou dizendo que não se deve matar animais inocentes. Não há nada de mal nisso. Não estou aqui tirando a roupa. O que estou fazendo é passar uma mensagem de forma positiva. Estamos fazendo algo bom. Minha luta é pelos animais que não têm voz para se queixar de algo", completou.

Na imagem de protesto, Amanda está nua e cobre os seios com a mão esquerda. A bandeira dos Estados Unidos é utilizada como pano de fundo e acompanha os dizeres: "Sinta-se confortável em sua própria pele". Não é a primeira vez que a nadadora posa como veio ao mundo. Amanda já fez fotos para a revista masculina Playboy e se disse muito satisfeita com seu corpo.

A China é um dos países que lidera a lista de exportadores de peles. Os produtores, muitas vezes, lançam mão de formas cruéis para matar os animais, tas quais como choques elétricos e envenenamento. "Espero que as coisas mudem por aqui, mas não estou muito otimista", finalizou a nadadora.




sexta-feira, 27 de junho de 2008

Hambúrgueres Vegetarianos - SP

Reportagem da Folha de São Paulo sobre hambúrgueres vegetarianos, no original:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/comida/ult10005u416284.shtml

Lanchonetes oferecem versões de hambúrgueres preparados sem carne

IARA BIDERMAN
colaboração para a Folha Equilíbrio

Parecem com hambúrguer, têm nome de hambúrguer e, às vezes, até têm gosto de hambúrguer. Mas, estritamente, os sanduíches desta reportagem não correspondem à definição clássica da receita.

Segundo o "Pequeno Dicionário de Gastronomia", de Maria Lucia Gomensoro (ed. Objetiva), hambúrgueres são "bifes pequenos, redondos, feitos com carne de vaca moída e temperada com sal e pimenta". Tal definição corresponde também à idéia que -com pequenas variações quanto ao acréscimo de maionese ou ketchup- todos têm da receita.

Com o tempo, o pequeno bife servido na Alemanha desde o século 18 começou a se difundir pelo mundo, levado pelos marinheiros que partiam do porto de Hamburgo. Ao aportar nos EUA, ganhou a versão mais conhecida: a carne servida entre dois pedaços de pão redondo e macio. Daí em diante, somaram-se ingredientes ao sanduíche e foram surgindo suas muitas variações: com queijo, maionese, salada, calabresa, bacon e, na versão que parecia a definitiva, com tudo.

Aparentemente, depois do X-tudo, não havia mais o que inventar. A inovação veio para satisfazer uma parte do público que, por motivos ideológicos ou de saúde, não come carne, mas adoraria cair de boca em um hambúrguer.

Até pouco tempo atrás, a opção para vegetarianos era praticamente um simulacro do hambúrguer de carne, feito de proteína texturizada de soja. Nada que despertasse o interesse das hamburguerias tradicionais e dos não-vegetarianos. "Um ou outro lugar oferecia uma receita mais caprichada sem carne, mas não havia tantas opções como hoje", diz George Guimarães, diretor da Nutriveg Consultoria em Nutrição Vegetariana.

A variedade não é apenas de endereços. Hoje, hamburguerias famosas por seus sanduíches com generosas porções de carne bovina oferecem receitas com hambúrgueres feitos de cogumelos, grão-de-bico, quinua, castanhas, arroz e feijão. As versões "verdes" do X-tudo passam longe do bifinho de soja. Em comum, além da ausência de carne de vaca, um forte apelo gourmet.

Sim, também são mais saudáveis do que o de carne. "Esses hambúrgueres fornecem boa quantidade de proteínas, carboidratos e gorduras. Também são ricos em vitaminas, pois têm verduras e legumes, que, normalmente, não entram na receita do hambúrguer tradicional. Por isso, podem ser considerados mais ricos nutricionalmente", diz Maria Gandini, nutricionista da RG Nutri. Porém, ela alerta que é preciso ficar atento: "Muitos deles são mais calóricos do que o hambúrguer convencional, que tem 296 calorias por porção".

Para averiguar o que essas novas opções no cardápio das hamburguerias oferecem, a Folha pediu que as consultorias em nutrição RG Nutri e Nutriveg fizessem uma avaliação de sua composição -as receitas foram enviadas pelos estabelecimentos.

E convidou um apreciador de carnes e uma vegetariana para experimentarem e darem sua opinião sobre oito opções servidas em lanchonetes não-vegetarianas de São Paulo. Eles foram anonimamente aos locais, com as despesas pagas pela Folha.

Nosso degustador carnívoro é André Boccato, 54, editor especializado em livros de arte e gastronomia, autor de, entre outros, "Churrasco, uma Paixão Nacional" e "Receitas Saborosas com Carne" (Boccato Editores). Representando os vegetarianos, a estudante Paola Tripoli, 17, que há um ano e meio parou de comer carne de animais (ela é ovolactovegetariana), por motivos de consciência, mas continua gostando de freqüentar lanchonetes.

Leia a seguir o que eles acharam dos hambúrgueres e a avaliação dos nutricionistas sobre cada um.

América

Veggie burger
Quinua, abobrinha, cenoura, proteína de soja, ovo, farinha de rosca

Calorias 250*
Proteínas 14 g
Carboidratos 39 g
Gorduras 4 g
Preço R$ 17,90
www.restauranteamerica.com.br
Tel.: 0800-114334

Avaliação dos nutricionistas

Para Maria Gandini, da RG Nutri, é uma opção rica em carboidratos e com pouca gordura. "A receita leva cenoura e abobrinha, que são pouco calóricas e nutritivas, além da quinua, que é rica em proteínas, vitaminas e minerais."

George Guimarães, da Nutriveg, considera a quinua a melhor opção de ingrediente, mas acha que a quantidade do grão em cada unidade é pequena. "Seria um hambúrguer vegetariano ideal se não fosse empanado", diz.

Opinião dos consumidores

André Boccato: "É muito interessante, com bom tempero e textura crocante. O gosto de quinua não é muito acentuado, senti melhor o de abobrinha. É um sabor diferente, totalmente outra história: nem de longe lembra hambúrguer de carne. Mas achei surpreendentemente gostoso. O molho da salada não impressionou, mas o conjunto da obra é legal".

Paola Tripoli: "Gosto de quinua e dá para perceber o sabor dela no hambúrguer. É bem crocante por fora e molinho por dentro. Vem com rúcula e tomate, que eu gosto, mas o molho de coalhada não combinou com a salada".


BigXPicanha

Vegetariano
Carne de soja, aveia, ovo, cenoura, brócolis, abobrinha, espinafre, alho-poró

Calorias 330
Proteínas 30 g
Carboidratos 30 g
Gorduras 10 g
Preço R$ 10,90
www.bigxpicanha.com.br
Tel.: 0/xx/11/3064-7122

Avaliação dos nutricionistas

George Guimarães destaca o uso da aveia, por ser excelente fonte de fibras e um carboidrato com baixo índice glicêmico. "O ponto negativo é levar muito ovo, o que aumenta a quantidade de colesterol da receita."
"É uma opção com bastante proteína devido à presença de ovos e de carne de soja", diz Maria Gandini. Para ela, os legumes e as verduras enriquecem a receita com vitaminas e sais minerais.

Opinião dos consumidores

André Boccato: "Parece que simplesmente substituíram a carne por uma maçaroca vegetal. Tem gosto de nada com muita maionese".
Paola Tripoli: "Tem mais gosto de hambúrguer de carne e parece menos light do que os outros. Com maionese, queijo e pão, parecia um X-salada convencional".

Família Burger

Hambúrguer de grão-de-bico
Grão-de-bico, alho, coentro, queijo prato

Calorias 337
Proteínas 21 g
Carboidratos 37 g
Gorduras 12 g
Preço R$ 15,30
www.familiaburger.com.br
Tel.: 0/xx/11/3672-8989

Avaliação dos nutricionistas
Maria Gandini diz que o grão-de-bico, é uma excelente fonte de carboidratos e proteínas.
As gorduras vêm principalmente do queijo.
A receita seria melhor do ponto de vista nutricional, segundo George Guimarães, sem o queijo prato, "que é rico em gordura saturada". Ele considera o grão-de-bico uma boa opção para fazer a massa do hambúrguer.

Opinião dos consumidores
André Boccato: "Achei muito pesado, veio com queijo demais. A idéia de fazer a massa com grão-de-bico é boa, mas não dá para sentir o gosto do ingrediente".
Paola Tripoli: "Gostei. Tem um sabor diferente, mas não dá para identificar muito o grão-de-bico. Achei muito bom mesmo tendo coentro -eu não gosto deste tempero, mas estava suave, não prejudicou o sabor. O pão também era muito bom".

Fifties
Hambúrguer de soja
Proteína de soja, farinha de trigo, semente de linhaça, mostarda

Calorias 164
Proteínas 17 g
Carboidratos 20 g
Gorduras 1,6 g
Preço R$ 14,50
www.thefifties.com.br
Tel.: 0/xx/11/3842-2636

Avaliação dos nutricionistas
"É uma receita simples, mas inova ao colocar ingredientes como mostarda e semente de linhaça", diz o nutricionista George Guimarães.
Na avaliação de Maria Gandini, é a opção menos calórica, pobre em gorduras e rica em proteínas, provenientes da soja. "Além disso, tem semente de linhaça, que é rica em substâncias antioxidantes e em fibras."

Opinião dos consumidores
André Boccato: "Engana bem, parece que você está comendo um sanduíche com carne de sabor mais ‘fraquinho’. Se a idéia é imaginar que você está comendo carne, até funciona. Ao acrescentar maionese, queijo, alface e tomate passa por um X- salada".
Paola Tripoli: : "Não tinha gosto de carne, mas também não tinha gosto de soja. O tempero estava bom, mas acho que só o hambúrguer com pão é sem graça, precisa dos acompanhamentos (salada, maionese e queijo)".

General Prime Burger

Veggie especial
Feijão-fradinho, arroz branco, abobrinha, shimeji, shiitake, pimentão, espinafre, queijo parmesão, azeite

Calorias 442
Proteínas 14 g
Carboidratos 46 g
Gorduras 22 g
Preço R$ 18,80
www.primeburger.com.br
Tel.: 0/xx/11/3168-0833

Avaliação dos nutricionistas
O azeite e o queijo parmesão deixam a receita mais calórica, segundo Maria Gandini. A opção também é rica em carboidratos, "pois leva arroz e vários tipos de cogumelo". Para Gandini, o hambúrguer oferece boas quantidades de vitaminas e minerais, presentes nos vegetais.
George Guimarães destaca a presença de feijão-fradinho, "uma excelente inovação, saindo da tradicional proteína texturizada de soja", mas acha que o queijo parmesão é um ponto negativo, por ser rico em gordura saturada.

Opinião dos consumidores
André Boccato: "Achei muito interessante o uso de arroz, feijão, espinafre -o sabor deste último é o que mais ressalta. E a mistura funcionou, o sabor e a consistência ficaram muito bons. Não leva ovo e não é frito, fiquei com a impressão de ser muito correto nutricionalmente".
Paola Tripoli: "Não consegui identificar do que era feito, mas tinha bastante verdura e achei bem gostoso. O molho servido com o sanduíche combinou bastante. Vale por uma refeição, mata a fome".

Joe & Leo‘s

Garden burger (vegano)
Lentilha, nozes, abobrinha, cenoura, gergelim, gengibre, azeite, cebola, alho

Calorias 569
Proteínas 15 g
Carboidratos 32 g
Gorduras 41 g
Preço R$ 19,90
www.joeleos.com.br
Tel.: 0/xx/11/3024-4150

Avaliação dos nutricionistas
Sem ovos nem laticínios, George Guimarães considera a melhor opção para os veganos. As lentilhas, as nozes e o gergelim são boas fontes de ferro, proteína e cálcio.
"A porção de nozes garante a ingestão da quantidade diária de ômega 3, importantíssimo na dieta vegetariana."
Maria Gandini diz que o alto valor calórico é explicado pelo tamanho do hambúrguer (maior do que os outros avaliados) e por ingredientes como gergelim, nozes e azeite.
"Apesar de conter uma quantidade elevada de gorduras, predominam as monoinsaturadas, que são mais saudáveis. Contém, ainda, abobrinha, cenoura e gengibre, ricos em vitaminas, em sais minerais e em fibras."

Opinião dos consumidores
André Boccato: "Não parece um hambúrguer no prato, e sim uma salada, com vegetais picados, lentilhas e nozes. O gosto dos vegetais é bom, mas não tem liga".
Paola Tripoli: "Parecia um bolinho de lentilha com muito alho. Não dá para passar por hambúrguer. Tinha muitos vegetais, parecia saudável, mas exageraram no alho".

Lanchonete da Cidade

Quitandinha
Shiitake, proteína de soja, abobrinha, cenoura, berinjela, pão de forma, ovo, castanha- de-caju

Calorias 283
Proteínas 19 g
Carboidratos 27 g
Gorduras 11 g
Preço R$ 19,50
www.lanchonetedacidade.com.br
Tel.: 0/xx/11/3086-3399

Avaliação dos nutricionistas
Maria Gandini considera a opção rica em proteínas. As gorduras vêm principalmente das castanhas, mas o valor calórico não é muito elevado, apesar de o hambúrguer ser grande, segundo ela.
Para George Guimarães, é positivo o uso de cogumelo shimeji, "uma excelente fonte de proteínas para vegetarianos". Os pontos negativos são, para ele, o uso de pão de forma e de ovo, por acrescentar colesterol à receita.

Opinião dos consumidores
André Boccato: "É delicioso, parece uma mistura absolutamente vegetariana com muito sabor. Fiquei curioso para saber como eles faziam para dar a liga e perguntei. Disseram que era com ovo, mas não há sabor nenhum de ovo. E o molho que acompanha, um pesto forte, deu um toque excepcional".
Paola Tripoli: "Gostei muito. Como não é frito, parece mais leve e dá a impressão de ser mais ‘natural’. Você consegue ver que tem cogumelo na massa, mas não senti o gosto. Já a castanha-de-caju dá para sentir, fica bom. Parece que tem soja também, mas não tem gosto de carne de soja".

News Lanchonete

Hambúrguer vegetariano (vegano)
Grão-de-bico, fava, farinha de trigo, pimentões, farinha de trigo, pimenta-síria

Calorias 394
Proteínas 23 g
Carboidratos 65 g
Gorduras 5 g
Preço R$ 10,50
www.newslanchonete.com.br
Tel.: 0/xx/11/3884-2138

Avaliação dos nutricionistas
A massa de grão-de-bico e fava é uma boa inovação para George Guimarães.
"A maioria das receitas, com exceção dessa e do Garden burger, leva ou ovo ou queijo, o que limita as opções para quem não consome proteína animal." Maria Gandini diz que é um hambúrguer com poucas gorduras, mas rico em carboidratos. "Estes são provenientes principalmente do grão-de-bico e da fava."

Opinião dos consumidores
André Boccato: "Achei um sanduíche honesto, relativamente agradável, mas nada de especial. É leve e dá uma certa impressão que é um hambúrguer de frango".
Paola Tripoli: "O gosto do hambúrguer mesmo, independentemente dos acompanhamentos, era muito bom. Tinha um sabor picante que gostei muito. Foi o tempero que achei mais interessante de todos".

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Straight Edge - Punk / Rock Hardcore com responsabilidade

Sábado passado fui na "verdurada". Festa "Straight Edge" com bandas tocando hardcore, tatuagens, hamburger vegetariano, suco de soja e água!
Nada de cigarro. Nada de álcool! Parece impossível, mas é bem verdade!

Mas afinal o que é "Straigh Edge"???
*warning*O texto abaixo é minha interpretação do que li pela internê... não sou mestre no assunto, então, por favor, corrijam-me! vá lá... resumidamente:
"Straight Edge é uma tribo urbana se diverte com responsabilidade, sem deixar de ser alternativo e sem deixar de ser hardcore.
Um straight edge, originalmente, não fuma, não bebe, não usa drogas e faz sexo com responsabilidade.
O movimento surgiu em Washington D.C. lá pelos 1980, através de bandas de punk-rock, que, adotaram esse estilo de vida e influenciando milhares de jovens pelo mundo a fora.
A abreviação é "sXe" e o "X" no meio foi adotado como símbolo do Straigh Edge. Isso porque nos EUA os menores de idade podiam até frequentar bares, porém seus punhos eram marcados com um "X" que os impedia de pegar as bebidas no bar!

Ok... mas o que isso tem a ver com o vegetarianismo???
Creio que na sua essência o movimento não abraçou o vegetarianismo, porém muitos são vegetarianos (e muitos deles veganos!!).
Uma grande prova que para ser alternativo não é necessário usar drogas, álcool, fumar e não consumir produtos de origem animal!
Sem dúvida o "Straigh Edge" ajuda a derrubar a caricatura que todo vegetariano é um "hippie-bicho-grilo"!

Em breve divulgo mais informações sobre a próxima verdurada!



[youtube http://www.youtube.com/watch?v=vsUGEkFOJPQ&hl=en]

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Macarrão ao molho de shitake

Mais uma receita... essa com um vídeo explicativo!

Ingredientes

- 100 gramas de shitake seco
- 4 colheres de sopa de shoyo
- 500 ml de água morna para hidratar
- 3 colheres cheias de farinha de trigo
- 500 ml de leite
- 2 colheres de manteiga
- 2 colheres de queijo ralado
- 250 ml de caldo de legumes
- 300 g de macarrão (penne, fusili ou o de sua preferência)
- azeite, sal, pimenta, salsa e noz moscada a gosto


Preparo

Lave os cogumelos e coloque-os em uma vasilia e despeje a água morna para hidratá-los. Acrescente o shoyo e deixe o shitake hidratar por 20 minutos.
Depois corte os cogumelos em tiras de tamanho variado e reserve (reserve também a água utilizada na hidratação, pois será utilizada para o molho).
Para preparar o molho, acrescente 3 colheres de sopa de farinha de trigo e vá acrescentando o leite aos poucos e devagar (não é necessário ter o fogo ligado) e mexendo sempre para não empelotar, e deixando o molho sempre homogêneo.
Quando tiver adicionado todo o leite, acrescente a manteiga e o queijo ralado e cozinhe em fogo brando. Adicione o caldo de legumes e cerca de 250 ml da água com shoyo da hidratação (se preferir um molho mais escuro, acrescente o restante da água ou mais shoyo).
Somente após o molho engrossar adicione os cogumelos. Adicione o sal (como o shoyo já é salgado é preciso ter cuidado ao salgar, por isso é melhor fazê-lo ao final).
Cozinhe o macarrão com sal e um fio de azeite, deixando-o al dente.
Finalize o molho com pimenta do reino moida e noz moscada.
Para a apresentação, monte o prato colocando primeiro o macarrão depois o molho e a salsa para decorar.

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Fatias de soja texturizada ao forno

Inicio oficialmente a seção de "Receitas" com um prato muito simples, mas que exige um certo cuidado na preparação, pois assim como qualquer PVT, se não for bem temperado durante a hidratação, o prato todo fica sem gosto e borrachudo.
As fatias de soja texturizadas são lâminas de PVT em formato irregular, quase triangulares e que podem ser encontradas em supermercados ou casas de produtos naturais / vegetarianos.






Ingredientes:

- 4 fatias de soja texturizadas
- 1 colher de chá de páprica doce
- 1 colher de chá de coentro em pó
- gengibre ralado (ou em pó)
- 2 xícaras de água morna
- 1/2 xícara de shoyu
- 1 e 1/2 xícaras de molho de tomate
- queijo (tofu amassado ou muzzarela - aprox 150 g)
- cebola, pimenta, alho, orégano, sal a gosto
- azeite para refogar

Preparo:

Em uma panela grande ou frigideira aqueça o azeite em fogo baixo e coloque aproximadamente 1 colher de chá de gengibre ralado (ou em pó), 1 colher de chá de páprica doce e 1 colher de chá de coentro em pó.
Misture por alguns segundos até começar a exalar o cheiro dos tempeiros.
Coloque a água na frigideira e acrescente o shoyu e 1/2 xícara de molho de tomate. Misture bem e a seguir acomode as fatias de soja (procure distribuí-las de forma que todas tenham contato com a água).
Aumente o fogo e aguarde a água da secar. Durante o processo, vá virando as fatias e se achar necessário acrescente um pouco mais de shoyo (porém com cuidado para não salgar demais o prato).
Enquanto isso, prepare um molho de tomate (acrescente cebola, alho, pimenta, ervas e sal de acordo com sua preferência).
Quando a água da panela que está hidratando as fatias secar, desligue o fogo e acomode as fatias num refratário.
Cubra-as com o molho de tomate e em seguida o queijo.
Leve ao forno pré-aquecido por 5 min (180º).
Retire do forno e salpique com orégano.

Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 35 min.

Repare a diferença de coloração do PVT, a medida que a água vai secando ele se torna-se vermelho escuro!












sábado, 31 de maio de 2008

Curso de culinária indiana

No final de semana passada participei do Curso de Culinária Indiana Vegetariana, organizado pelo Núcleo Jaya de Shivam Yoga e ministrado pelo indiano Mukesh Kumar Sonee.

O curso durou o dia todo, das 9:00 às 17:00, em um sábado de feriadão ensolarado em São Caetano do Sul, porém o tempo passou de forma bem tranquila... sinal que foi proveitoso, interessante e divertido! Além das receitas e dicas, tivemos também a grande experiência de trocar ensinamentos e conhecer mais da cultura indiana através das histórias da India contatas pelo Mukesh.

Muito aprendizado e muita comida saborosa (com opções veganas!):

- Chai indiano
- Pullao (arroz com vegetais e temperos indianos)
- Dal (lentilhas temperadas)
- Sweet lassi (bebida com iogurte)
- Roti / Chapati (pão indiano)
- Samosa (pastel indiano)
- Raita
- Chutney de tomate
- Suji ka Halwa (doce de semolina)







Existe a promessa de repetição do curso para os que não conseguiram vir e também a segunda parte, com outro cardápio!!